apego seguro educação positiva tipos de apego educação parental disciplina positiva

O apego seguro é um dos 4 tipos de apegos presentes na teoria do apego. O conceito de apego seguro surgiu, juntamente com o apego evitante, apego ambivalente e o apego desorganizado, a partir do estudo do vínculo desenvolvido por recém-nascidos com as suas mães e/ou cuidadores.

Os estudos foram iniciados pelo psicanalista John Bowlby, que esteve em contato com crianças órfãs e sem lar que apresentavam muitas dificuldades após a Segunda Guerra Mundial, perante o afastamento compulsório de suas mães. Na teoria, o apego significa um vínculo afetivo ou ligação entre um indivíduo e seu cuidador principal, que responde suas necessidades com assertividade, tornando esse indivíduo seguro e emocionalmente estruturado.

O apego seguro é importante para a qualidade da relação afetiva entre pais e filhos, e defende que todas as crianças estabelecem um apego que, infelizmente, também pode vir a ser inseguro.

Nesse post vamos falar sobre os tipos de apego, a educação positiva, disciplina positiva, educação parental e sobre como funciona a teoria do apego.

Disciplina positiva Apego Seguro

Dentro da criação com apego existem alguns temas interessantes e que devem ser falados. Um deles é a disciplina positiva ou educação positiva.

A maneira como que você foi educado pode não ser a maneira correta de educar seus filhos. O extremo oposto também pode não ser o ideal.

A disciplina positiva preconiza a comunicação não violenta entre pais e filhos. Ela prega uma abordagem com mais firmeza e gentileza, desenvolvendo o senso de responsabilidade, autonomia, cooperação e respeito por si e pelos outros.

Em paralelo com a educação positiva, o apego seguro preconiza um olhar mais respeitoso com as necessidades das crianças, respondendo-as de maneira gentil, transmitindo uma sensação de segurança, ajudando no desenvolvimento da autoconfiança, independência e da tomada de decisões para lidar com o mundo externo.

A proposta da disciplina positiva envolve uma mudança de paradigma, onde ocorre a migração da cultura autoritária e ancorada no medo para um formato de convivência colaborativa, onde todos são ouvidos, respeitados e desenvolvem um senso de comunidade.

Um dos maiores desafios para os pais e/ou cuidadores é a disponibilidade de tempo com “qualidade de presença” para a convivência com os filhos. A rotina diária, as longas jornadas de trabalho, o cansaço e o tempo que dedicamos às telas em geral são fatores que ocupam muito o espaço da convivência em família, sobrando pouca energia para brincadeiras e diálogos. Desta forma, precisamos verdadeiramente abrir espaço para as crianças na nossa vida, na nossa rotina, de forma que possem a se sentir pertendentes e amadas, e não um ‘peso’, um estorvo para a família.

Apego seguroTipos de apego

Um bebê, instintivamente procura uma pessoa para cuidar dele e vínculos para sobreviver. Por exemplo, o bebê não consegue se alimentar sozinho, depende da mãe para conseguir alimentos, calor, proteção, entre outras coisas. 

Os relacionamentos interpessoais sustentam-se por conta da resposta às necessidades que sentimos.  Mesmo os adultos são capazes de se sentirem dependentes de alguém. Tanto que a teoria do apego foi estendida aos relacionamentos adultos no final da década de 1980.

O relacionamento e as interações entre parceiros românticos adultos compartilham similaridades com as interações entre crianças e cuidadores. É possível perceber que existem padrões entre os vínculos que os adultos criam com outros adultos e, como já falamos em outro post, é possível classificar esses vínculos em quatro tipos de apegos:

  1. Apego seguro
  2. Apego evitante
  3. Apego ambivalente
  4. Apego desorganizado

Mais uma razão para entendermos que não é um modismo, uma busca sonhadora ou irreal. É entender que a cada dia é uma nova oportunidade de reescrever nossas relações e buscar cada vez mais transformar nosso olhar para nossos filhos, tão frágeis e dependentes do nosso amor e equilíbrio emocional.

Você quer saber mais como funciona a teoria do apego? Entre em nosso blog e fique por dentro das notícias sobre apego seguro, educação positiva, educação parental, disciplina positiva, tipos de apegos, entre outros.

WhatsApp chat