Desmame Natural e Desmame Gentil – Como deve ser feito

desmame-desmame-natural

Você, mãe, que já começou a pensar no desmame, mas ainda tem suas dúvidas sobre como fazer ou se ainda não tem certeza se está na hora certa de fazer o desmame fique tranquila que vamos te ajudar. Abordaremos, nesse artigo, sobre o desmame natural e o desmame gentil. Você vai aprender a descomplicar a rotina do bebê e a sua rotina para dar início ao processo de desmame. Vamos lá?

Primeiramente, é importante que você saiba que esse processo não é simples e nem uma solução de um dia para o outro. É um processo que vai além da nutrição. É um processo emocional da criança e tem que ser realizado com respeito e carinho para não se tornar uma experiência traumática entre mãe e filho.

O desmame é um assunto complicado e muitas mães passam por experiências traumáticas nesse período. A ideia desse artigo é tentar ajudar as mães com algumas informações e mostrar que nem sempre tudo é complicado com relação as crianças.

Desmame Gentil – Rotina do bebê

O desmame gentil é quando você percebe que seu filho está preparado para esse tipo de mudança de relação entre mãe e filho. É o respeito da mãe para com o filho. Respeito com o tempo da criança para processar que esse processo não é agressivo e nem vai trazer malefícios para ele.

O objetivo é acelerar o processo que aconteceria naturalmente, porém, de forma demorada. Durante o desmame gentil a criança passará a suprir suas necessidades emocionais e nutritivas com alimentos saudáveis, além de melhorar o seu relacionamento com seu entorno familiar e social.

Lembra que em outros artigos falamos sobre o apego seguro, a disciplina positiva, educação parental e a criação com apego? Pois é, o desmame gentil faz parte desse processo. Tudo isso engloba uma criação com apego. Queremos dizer que é um conglomerado de ações e percepções que vão ajudar sua criança a criar autoestima, segurança e empatia. O desmame gentil é um importante passo para que seu filho desenvolva um relacionamento não só com a mãe, não só naquele momento de amamentação. Agora é hora dele criar e cultivar um relacionamento com o seu ambiente.

Disciplina positiva, Educação parental e o Desmame

O processo conduzido de desmame, quando realizado de maneira correta, no tempo correto, é ambos para a mãe e o filho. Não coloque metas de tempo ou datas de validade para isso acontecer. Se você fizer isso, só vai aumentar sua ansiedade. A melhor forma é acompanhar os eu corpo e o comportamento do seu filho. Já ouviu falar de educadora parental? Uma educadora parental pode te ajudar com esse assunto. Não tenha vergonha de falar que não sabe o que fazer. Procure informações, pesquise, faça cursos, faça o necessário para que você e seu filho desenvolvam uma boa relação.

Quando iniciar o processo? Normalmente pode ser iniciado entre 20-30 meses. Se tudo acontece da maneira correta o seu organismo vai diminuindo a produção de leite, a criança não terá mudanças negativas no seu comportamento e você se sentirá mais tranquila. A criança vai desenvolver maneiras diferentes de dormir e vai acontecer, às vezes, uma certa insatisfação com a criança por não mamar quando quiser. É normal! Não se sinta mal. Pense que é para um bem maior.

Gostou da postagem? Entre em nosso blog e fique por dentro das notícias sobre os pequenos.

 

Consultoria do sono: parentalidade positiva e apego seguro

O mundo muda, as crianças mudam, as famílias e as nossas emoções e como cuidar delas também. Hoje somos criados para enxergar um mundo veloz, que parece que não podemos ter tempo ocioso e vivemos nos culpando por qualquer motivo.

Com as imensas mudanças na sociedade, a cada dia fica mais clara a necessidade de nos conhecermos para lidarmos bem com a enxurrada de informação que é derramada em nós diariamente. O seu filho precisa desenvolver habilidades muito maiores que a matemática e a gramática para ser alguém bem sucedido. Capacidades de relacionamento, empatia, automotivação, autodisciplina.

Mas você sabe qual a importância dos sentimentos?

Achamos natural explicar para a criança o que é uma cadeira, uma mesa, um sapato. Mas não pensamos em explicar o que é a tristeza, em como lidar com a própria raiva, em como agir diante de uma frustração. Um bebê que chora por fome ou sono tem um motivo para chorar, o que chora por medo, susto, tristeza, carência, este é manhoso. Sensações físicas importam, sentimentos não. Recebemos essa mensagem muito cedo e somos, em regra, completos analfabetos emocionais.

Que bom que há alguns anos passamos a estudar as emoções através da parentalidade positiva que traduz o que é o apego seguro e nos faz levar de forma mais consciente e leve a rotina do bebe.

A parentalidade positiva é como a ação de “tomar conta” em que ambos os progenitores, ou o pai ou a mãe, assumem responsabilidades e comportamentos para otimizar o crescimento e estimular o desenvolvimento da criança respeitando a sua integridade enquanto ser único e independente. E a partir daí praticam o apego seguro, criando vínculo entre pais e filhos de forma a gerar confiança, segurança e um relacionamento mais prazeroso entre pais e filhos.

A rotina do bebê , desde cedo exige muitas tarefas dos pais e eles acabam por se perder nesta necessidade de fazer um monte de coisas e deixam tudo no botão automático, deixando de praticar o apego seguro, vinculo e momento presente entre eles.

E foi neste momento que os pais sentiram que os filhos estavam dormindo muito mal, pois se na rotina do bebe falta este apego, contato, afeto, o filho vai acordar a noite procurando os pais e acordando a todo o tempo, passaram a pedir ajuda para os consultores para saber como fazer o bebe dormir.

Mas ainda a necessidade de como fazer o bebê dormir é algo que os pais buscam muito. Hoje temos uma obesidade de informações sobre consultoria do sono e parentalidade positiva e não sabemos quais as informações podemos confiar.

A rotina do bebê é algo muito específica em cada lar e diferente adaptação para cada família. É importante perceber todas as demandas principais da primeira infância, emoções para criar um tipo de apego e desenvolver a inteligência emocional .

E os pais que buscam por estas informações acabam aprendendo como fazer o bebê dormir melhor e praticar o apego seguro, ter mais vínculo e manter uma harmonia no lar.

WhatsApp chat