educacao-positiva-autocuidado

A primeira infância é compreendida dos 0 aos 6 anos de idade e é uma grande janela de aprendizagem da criança. É nessa fase que a criança estabelece até 700 novas conexões neurais por segundo, quase o dobro do que irá conseguir no restante da sua vida. A primeira infância é um período fundamental no desenvolvimento cerebral. Os bebês começam cedo o seu aprendizado sobre o mundo que os cerca.

Segundo especialistas, o investimento nessa fase pode trazer benefícios não só pessoais, mas coletivos, como o aumento da renda do país, redução de problemas sociais, como baixa escolaridade, violência e até a mortalidade infantil. Existem métodos de estudos que correlacionam e comprovam que o investimento financeiro realizado na primeira infância resulta no impacto positivo e melhora significativamente a vida das crianças até a idade adulta.

Estágios de desenvolvimento

Até os 6 anos de idade as crianças desenvolvem habilidades como linguagem, competências emocionais, funções cognitivas como a atenção, memória, o pensamento crítico e o planejamento. Essas habilidades são refinadas durante a adolescência da criança, mas começam a ser formadas logo na primeira infância.

Essas habilidades surgem quando a criança precisa controlar seus impulsos, prestar atenção ou cumprir regras. Durante os estágios de desenvolvimento as crianças que são orientadas a persistir, lidar com o fracasso e resolver problemas têm mais chances de se tornarem pessoas melhores.

Quando falamos de resolver problemas e persistir, é importante citar o apego seguro e a educação positiva. A educação positiva tem o objetivo de educar os filhos baseando na educação, autocuidado, amor e empatia, ajudando no desenvolvimento da educação emocional. O foco da educação positiva é o encorajamento da criança, tornando as crianças mais responsáveis, respeitosas, resilientes e com recursos para solucionarem problemas da vida de uma forma segura. É uma metodologia que ensina habilidades sociais e habilidades de vida.

Mas qual a relação da educação positiva, apego seguro com a primeira infância?

Bem, vimos que é na primeira infância que as crianças começam a desenvolver a maioria das suas habilidades que serão levadas para a vida, refinadas na adolescência e lapidada na vida adulta.

Apego seguro, educação emocional e a primeira infância

O apego seguro é uma posição dos pais com relação aos filhos. É o entendimento das necessidades das crianças e a dedicação com afeto, criação de vinculo, criação com disponibilidade, empatia e segurança emocional.

A criança, até os 3 anos de idade, passa a estabelecer um relacionamento pessoal com seus cuidadores, que na maior parte das vezes são os próprios pais. O ambiente familiar promove o autocuidado e facilita a criação do vínculo entre crianças e cuidadores.

É importante que na primeira infância a criança passe por boas vivencias, compartilhe momentos com seus familiares. É a partir daí que elas vão moldando o seu desenvolvimento. Em publicações anteriores falamos mais sobre a educação emocional e o apego seguro e como isso pode beneficiar as crianças e os pais.

Quer saber mais sobre Educação emocional e criação com apego? Em outras postagens falamos sobre esses temas. Em nosso blog você também vai encontrar postagens sobre educação positiva e criação consciente.

Outra oportunidade de conhecer melhor sobre Educação Positiva é através da nossa Certificação em Atuação Positiva, direcionada a profissionais da saúde, professores e pais.

Faça sua inscrição (http://bit.ly/34ZnavX)

 

WhatsApp chat