A ansiedade dos pais é um fator natural quando o assunto é como desfraldar, não é mesmo? Mas queridos pais, acalmem-se. Vocês precisam esperar o amadurecimento da criança e respeitar esse tempo para que o desfralde aconteça.

Como tirar a fralda: enurese noturna

De acordo com especialistas, a enurese noturna, o famoso xixi na cama, pode acontecer entre os cinco e sete anos de idade. Sendo assim, mesmo após o desfralde, os escapes de xixi na cama são absolutamente normais, além de a enurese noturna estar associada, também, a outros fatores como biológicos e emocionais. Importante ressaltar que o xixi na cama durante o sono afeta 15% das crianças por volta dos cinco anos; 7% aos dez anos e 3% aos 12 anos. E detalhe, dados afirmam também que a incidência é maior nos meninos do que nas meninas.

A enurese noturna pode ser classificada em primária e secundária. A enurese noturna primária é quando a criança, de cinco anos de idade ou mais, nunca adquiriu o controle da urina durante o sono. Já a enurese noturna secundária pode estar associada a acontecimentos de estresse de cunho social ou familiar. Nesse último caso, a criança volta a fazer xixi na cama depois de ter passando um bom período, média de 6 meses, sem molhar a cama.

Então, como desfraldar?

Como já dito, não existe receita perfeita para que o desfralde aconteça. Devemos esperar o tempo da criança e seu amadurecimento. Entretanto, os especialistas dão dicas estratégicas de como tirar a fralda e como desfraldar, para facilitar o processo e evitar que a criança faça xixi na cama.

Inicialmente, os pais devem observar o comportamento da criança, pois o desfralde costuma ser sinalizado em três fases. Primeiro, a criança faz xixi e cocô para, só depois, avisar. Depois, na hora que está fazendo, a criança avisa. Por fim, antes de ir ao banheiro a criança já irá sinalizar a necessidade.

Fiquem atentos aos sinais de ansiedade do círculo social também. Normalmente nas escolas é ensinado o momento de como tirar a fralda, como desfraldar. Entretanto, é preciso respeitar o tempo de cada criança, pois assim como desfraldar é um processo particular de cada criança, começar a falar também é, entendem?! Sendo assim, a pressão para que o ‘desfralde coletivo’ aconteça não é uma alternativa muito saudável de como tirar a fralda.

Observem, ainda, as manifestações comportamentais da sua criança, como:

  • Ficar sentada em uma só posição por um intervalo de 2 a 5 minutos;
  • Abaixar e levantar a calcinha ou cueca e a calça;
  • Sente-se incomodada quando a fralda está molhada de xixi ou cocô;
  • Sentir-se curiosa ao ver pais realizarem hábitos de higiene como fazer xixi, usar as roupas de baixo, lavar as mãos etc.;
  • Fala ou mostra com pequenos atos que está com vontade de evacuar, seja pela feição ou pelas ações, se abaixando, ficando num cantinho ou até mesmo falando;
  • Dá sinais e se mostra interessada em ser mais independente e está no processo de construir a própria autonomia;
  • Se orgulha e se mostra satisfeita com cada conquista mesmo que pequena;
  • Não se mostra resistente ao usar a privada ou o penico e até demonstra certo interesse ou curiosidade ao usá-los.

Por fim, ratificando, queridos pais: a participação da família no processo de desfralde é fundamental para que essa experiência aconteça de maneira mais positiva possível. Não apresse seu filho, não o recrimine e não o castigue caso aconteça os espaces de xixi na cama. Caso contrário, o resultado poderá ser negativo, tornando o processo de desfralde traumático e, inclusive, demorado.

Se vocês ainda têm dúvida, entre em contato, estamos aqui para transformar o processo de parentalidade positiva.

 

WhatsApp chat